Deusa estreia no 44º Festival de Gramado ficção, festival, deusa, curta-metragem, exibição

deusaFernanda Chicolet no papel de Deusa


O curta-metragem Deusa, primeira ficção da diretora Bruna Callegari, terá sua estreia no 44º Festival de Cinema de Gramado. O filme concorre na Mostra Nacional ao lado de outros 13 filmes de diversos estados do país. Conheça a programação completa.

O filme conta a história de uma jovem mulher que trabalha como cobradora no pedágio da ilha em que vive. Acostumada a ver o deslocamento dos viajantes, Deusa nunca havia pensado no próprio destino até que uma nova empresa chega para administrar o local e anuncia a automatização de uma das cabines. Ao mesmo tempo, a notícia de uma baleia encalhada faz com que Deusa se sinta diferente.

O filme teve financiamento do Ministério da Cultura e apoio dos municípios de Iguape e Ilha Comprida, onde foi rodado em 4 diárias com equipe de mais de 20 pessoas, parte dela formada por profissionais da localidade.

A personagem principal é interpretada por Fernanda Chicolet, atriz de São Paulo, atualmente radicada no Rio de Janeiro, já premiada no circuito nacional de festivais com atuações em curtas como O Animador e Colostro (InVitro Filmes). Além de Chicolet, o elenco traz Doró Cross e Pérsio Plensack e os atores locais Karla Lopes, Walter Rocha, Marco Souza e Paulo Soares.

Segundo a diretora Bruna Callegari, a ideia do filme surgiu de uma curiosidade sua sobre as pessoas que trabalham nos pedágios de estrada, geralmente mulheres, que passam praticamente desapercebidas aos olhos dos viajantes: "Elas atendem até mil pessoas diariamente, mas nada sabemos sobre elas. O roteiro tratava de humanizar a personagem e, ao mesmo tempo, explorar as contradições do local: a paisagem do controle, o trabalho repetitivo, a frequente automatização do homem e a busca por uma realização pessoal em um ambiente aparentemente hostil".

A produção, contudo, enfrentou grande dificuldade para aprovar a locação, recebendo inúmeras negativas por parte de concessionárias de pedágios do estado de São Paulo. Finalmente foi acolhida pelas cidades de Iguape e Ilha Comprida, onde a passagem era controlada por um pedágio municipal, recentemente desativado. A partir da nova locação, o roteiro precisou ser completamente adaptado, incorporando a paisagem bucólica da ilha: "O filme acabou se tornando mais delicado e até onírico, porém ainda narrando a libertação de sua personagem", conta a diretora.

deusa

Deusa terá sua primeira exibição no 44º Festival de Gramado, no dia 02 de setembro às 19h, ao lado do longa-metragem chileno Sin Norte, de Fernando Lavanderos. Veja a programação completa do festival.



Veja o trailer e saiba mais sobre o curta-metragem Deusa
Visite a página do filmeFacebook